COMEX

O fortalecimento das relações econômicas entre Nigéria e o Rio Grande do Sul foram o foco da visita do embaixador do país africano no Brasil, Adamu Azimeyeh Emozozo, nesta quarta-feira, na sede da FIERGS. Segundo o diplomata, sua nação tem muito em comum com o Estado, considerado forte no agronegócio – um dos maiores interesses é no arroz. “Temos uma ligação cultural muito próxima com os brasileiros, podemos caminhar mais unidos também nas questões econômicas”, declarou Emozozo, relembrando que o PIB da Nigéria ainda depende muito de petróleo e gás – setor responsável por 95% das receitas com exportações.
O diplomata convidou os industriais gaúchos a participarem da missão multissetorial, que acontece em território nigeriano entre 10 e 18 de outubro deste ano. A ideia é expandir as relações comerciais entre as empresas das duas nações. O vice-presidente da FIERGS, Cezar Müller, recebeu a comitiva e destacou que “oportunidades como essa vêm em um bom momento, pois o Brasil e o Rio Grande do Sul precisam diversificar e intensificar as suas exportações”.
Entre janeiro e julho deste ano, o Rio Grande do Sul vendeu US$ 10,3 milhões para os nigerianos – uma queda de 3,76% em comparação ao mesmo período do ano passado. Os principais produtos comercializados são cereais, resíduos de indústrias alimentares e tabaco. Já as importações caíram 50,9%, totalizando US$ 507 milhões, especialmente combustíveis minerais e adubos.
22/09/2015
nigeria-agronegocio

Agronegócio é opção para intensificar relações comerciais com a Nigéria

O fortalecimento das relações econômicas entre Nigéria e o Rio Grande do Sul foram o foco da visita do embaixador do país africano no Brasil, Adamu […]